Sumiglia

Quinta-feira, 12 Outubro 2006 (18:24)

3

A música que Savina Yannatou e os Primavera en Salonico trouxeram à Culturgest, no Sábado passado, pareceu-me uma banda sonora perfeita para acompanhar uma releitura d’O Pátio Maldito, de Ivo Andric.

Principalmente para um olhar lúdico sobre o bulício daquele entreposto turco-otomano, com as suas miríficas personagens multilingues.

O que nos ofereceram Savina & friends ?

«Um narguilé em terraço com brisa e louvor» seria uma definição aceitável (para quem lá esteve).

Em concreto, tivemos por exemplo e em sequência: uma canção de um casamento palestiniano, seguida de um luto israelita esrito por um poeta hebraico sobre a  mesma melodia de um lullaby de Esmirna, que não podiam ser mais diferentes e no entanto eram a mesma, a alegria e a tristeza, na Galiza como na Albânia como na Arménia como em Salónica. Europa do Sul meets Europa de Leste meets Médio Oriente and África do Norte, num festeiro olival à roda do folclore mediterrânico-balcânico-arábico-corso-etc-ó apátrida.

Pois é. E assim me perdi(-me).

Lá e agora aqui.

Na verdade, o que eu queria mesmo dizer encontra-se expresso na primeira frase.

Acho que dá para ouvir umas coisas aqui e aqui.

Espero que esta minha pré-candidatura à redacção do Y seja aceite.

Anúncios

5 Respostas to “Sumiglia”

  1. nenuco said

    Eh lá. Temos um intelectual no Blog. Cinco ººººº. Nem a Cathleen Gomes, depois de uma noite bem dormida, assinaria tão graciosa e lúcida perora.

  2. nenuco said

    Continua assim e ainda terás direito a epígrafe.

  3. A sua candidatura não foi aceite!

    Já não me bastava o João Bonifácio e o Mário Lopes não sofrerem de SPM, vinha agora um douto que pica música como melro pica minhocas encobrir-me o brilho e relegar-me para um plano desfocado a la Godard…

    Livra/Safa/Apre (os intelectuais não usam Fónix)!

  4. Francisco Ferreira (Actual) said

    Caro Sr Palmeira,

    Não se apoquente com o sucedido, pois teremos muito gosto em integrá-lo na redacção da Actual. Aqui, o seu valor será reconhecido, pois quem tem SPM fica a fazer programação. Para se juntar a nós temos apenas de submetê-lo a um pequeno teste:
    Segundo a avaliação dos nossos críticos, quantas estrelas teve, em média, o filme “A Senhora da Água”?
    -Nenhuma
    – Duas
    – Cinco

  5. five stars said

    Estou-me nas tintas se pareço do clube dos ‘adorei, pá é isso mesmo’. Mas a verdade é essa mesma! Da próxima vez vou tentar dizer mal…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: