Maria José Morgado vs Pinto da Costa

Terça-feira, 19 Dezembro 2006 (11:47)

Disse aqui em registo jocoso que estava para sair uma nova biografia de Pinto da Costa em resposta directa ao Eu, Carolina. Qual Mourinho a prever novo desaire do Manchester United, não atirei muito ao lado e, volvidos dois ou três dias, aí estava a biografia “séria” e “honesta”, escrita por um jornalista independente, a limpar a grande área, e aura, do presidente do FC Porto.
Agora que estou a ficar bom em predições, vou arriscar mais uma. Daqui a um ano, Pinto da Costa estará a recitar António Nobre aos antigos companheiros de residência de João Vale e Azevedo e a organizar o património bibliotecário ali deixado pelo ex-presidente do Benfica. Nessa altura, sairá uma nova biografia, desta vez um muro de lamentações e opróbrios ao funcionamento da justiça. Iremos assistir a jantares de homenagem, a galas de solidariedade e a muitos Prós e Contras, onde Fátima Campos Ferreira se irá esquecer depressa das vénias de outrora ao presidente do FC Porto. Dias Ferreira irá arvorar-se em Robin Hood, ele que sempre havia atacado o sistema em favor dos mais pobres, ou seja, o Sporting. Luís Filipe Vieira andará com o coração nas mãos e adoptará um comportamento exemplar para não fazer companhia ao ex-amigo, Pinto da Costa.
Devo estar possuído pelo espírito de Nostradamus. Não consigo parar. Vejo tudo com uma nitidez diáfana. Por esses dias, Maria José Morgado regressará à Polícia Judiciária. Na sua listinha negra, avolumam-se as próximas vítimas. Bancos, companhias de seguros, câmaras municipais, institutos de investigação e a própria Polícia Judiciária. Então, chega um belo dia, acordo e ligo a SIC Notícias “Maria José Morgado foi afastada da Polícia Judiciária. O ministro da justiça louva o trabalho desenvolvido pela magistrada , mas considera que chegou o momento de iniciar uma nova fase de combate ao crime e à corrupção”.

Homenagem a Maria José Morgado

girl.jpg

Homenagem a Pinto da Costa

Vou sobre o Oceano (o luar, de doce, enleva!)
Por este mar de Glória, em plena paz.
Terra da Pátria somem-se na treva,
Águas de Portugal ficam, atrás.

Onde vou eu? Meu fado onde me leva?
António, onde vais tu, doido rapaz?
Não sei. Mas o Vapor, quando se eleva,
Lembra o meu coração, na ânsia em que jaz.

Ó Lusitânia que te vais à vela!
Adeus! que eu parto (rezarei por ela)
Na minha Nau Catrineta, adeus!

Paquete, meu Paquete, anda ligeiro,
Sobe depressa à gávea, Marinheiro,
E grita, França! pelo amor de Deus!

Antonio Nobre, in Só

Anúncios

Uma resposta to “Maria José Morgado vs Pinto da Costa”

  1. NESTE MEU AMADO PAÍS SOMOS COMO OS BURROS E NÃO MUDAMOS,SE:
    – GANHAMOS BEM ” ROUBAMOS ”
    – SE TEMOS DINHEIRO ” DROGA ”
    – SE SOMOS BONITOS ” GAYS ”
    – SE SOMOS VENCEDORES ” CORRUPÇÃO ”
    QUANDO CHEGARÁ O DIA EM QUE SEREMOS NORMAIS ?
    – GANHAMOS BEM ” TRABALHADORES ”
    – TEMOS DINHEIRO ” POUPADOS ”
    – BONITOS ” GRAÇAS A DEUS ”
    – VENCEDORES ” APLAUDIDOS ”
    O HOMEM SÓ SERÁ FELIZ QUANDO ACREDITAR EM SI, VIVER PARA SI, ADMIRAR A VITÓRIA DOS OUTROS COMO A SUA ( SE A TIVER )E NÃO ODIAR QUEM TEM PREDICADOS QUE ELE PRÓPRIO NÃO TEM.
    CHEGA DE TANTO ÓDIO, SUBSTITUAM-NO POR AMOR.
    PEIXOTO

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: