As mamas de Marisa Cruz…ou as vantagens do liberalismo económico

Sexta-feira, 5 Janeiro 2007 (10:11)

Afinal, onde andam os 3,4 milhões de euros que João Pinto recebeu pela transferência para o Sporting?

Uma parte foi investida aqui
images-11.jpg

A outra aqui
images1.jpg

João Vieira Pinto não fez nem pode ter feito nada de ilícito. Aliás, como seria isso possível por parte de alguém que teve como tutor, na adolescência, o Major Valentim Loureiro. Sucede apenas que JVP, a abeirar-se do final de carreira, e com o caudal de contas a avolumar-se, teve de precaver o seu futuro. E o dos seus (Marisa Cruz, o pequeno João e o amigo para todas as ocasiões José Veiga…os filhos de Carla Pinto já têm uma casa em Cascais e têm mais é que se aguentar à bomboca ou às festas do croquete onde a mãe os leva). E foi apenas por essa razão que investiu os 3,4 milhões de euros neste paraíso fiscal.
Se por ali circulam especuladores em fuga, narcotraficantes e uma ou outra caixa forrada a kalashnikovs em trânsito para o Ruanda, isso já não é um problema que lhe diga respeito. Aliás, João Pinto fez o mesmo que qualquer um de nós faz com os parcos trocos que entrega à responsabilidade das muitas e dignas instituições financeiras que pululam por aí. Se a nossa conta-ordenado vai parar a transacções obscuras em off shores é algo a que gostamos de fechar os olhos e assobiar para o ar, como se não fosse nada connosco. Só que, em vez de Goodstone – ok, com este nome, ó João, também não era difícil adivinhar – chamam-se Caixa Geral de Depósitos, BES e BCP Millenium.
Além disso, só quem tem filhos é que sabe o que custa alimentar uma criança. E só quem está casado com Marisa Cruz é que sabe a fortuna que é preciso gastar em plásticas e implantes mamários para manter no ponto uma obra de arte daquelas (ou para arranjar outra similar caso a Marisa decida dar de frosques). Infelizmente, a verdade é que já lá vai o tempo em que homem honrado era aquele que velava pelo bem dos que lhe são queridos. Agora, é processo judicial para ali e enxovalho público para aqui só porque um gajo põe a família em primeiro lugar. Eu, se fosse ao João, resolvia estas questões à moda antiga – ou à moda do futebol. Atirava-me ao juiz e dava-lhe um soco nos rins, como aquele que ele deu ao árbitro no Mundial da Coreia. De seguida, saltava ao trombil do advogado de acusação e enfiava-lhe uma cabeçada, como aquela que o Figo espetou num holandês, durante o Mundial da Alemanha. Com estes dois arrumados, entrava de carrinho e partia uma perna ao inspector da PJ – se tivesse dúvidas, perguntava ao Petit. Por fim, desatava a distribuir cotoveladas aos jornalistas, à moda do Puaorto– se tivesse dúvidas, revia em DVD a actuação do Paulinho Santos num célebre FC Porto-Benfica.

Anúncios

4 Respostas to “As mamas de Marisa Cruz…ou as vantagens do liberalismo económico”

  1. Espalha Brasas said

    Nenuco, tenho a dizer-te que gostei mesmo muito, mas muito, deste texto. Muito Bom!
    Agora, dá-me o número de telefone da pessoa que faz os castings da TV Record… please. E olha, estou à espera da tal foto.

  2. “Adorei, adorei, adorei”.
    “Clarinete, Clarinete, Clarinete”.
    “Quero é que os críticos se fodam”.
    “Dói-te o cú? Então passa aí esta pomadinha, enquanto eu vou ali fritar estes caxuxos”.

    Frases retiradas dessa fantástica obra: “João César Monteiro – Uma Vida em Palavras Mais que em Imagens, Por Ser 25% por Cento Dela em Tela Negra”, Assírio Costa & Fenício Alvim, 2007

  3. Este senhor estragou-se a partir do dia em que entra no clube que sempre odiara a salivar porque tinha sido corrido do clube rival, sedento de vingança que era vê-lo, até tinha baba seca aos cantos da boca. Depois, feliz que nem um Pisco de Peito Ruivo mas nitidamente não acima de uma qualquer ave de mau-agoiro, vingou-se e bem. Tudo quanto era lagarto e dragão de komodo regozijou por poder esquecer, da melhor forma, os 6-3 que ainda amargavam.

    Porém, a memória é fraca, mesmo para os ditados que encerram verdades supremas: “Quem ri por último ri melhor que é um mimo, mas mesmo daquele rir assim mesmo rir de um gajo se agarrar à barriga”!

  4. Toni Rebel said

    Tava eu no google em busca das mamas da Marisa Cruz e vim aqui parar…que técnica mais sabuja para aumentar o tráfego no WORDPRESS…fónix…
    Parece uma campanha eleitoral , promessas promessas…mamas qé bom, nada…

    ;)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: