Chemical Garcia

Domingo, 15 Julho 2007 (14:23)

the_chemical_brothers___00hr_00min_50sec.jpg

03.30m da manhã
Local: Algures num taxi em Lisboa

Sim, boa noite, para onde?, humm, o quê, ‘mor, espera só um bocadinho, mor, presidente arriaga, onde é que é isso, humm humm mor, janelas verdes?, tá bem, humm, ‘mor, estás ai? Sim mor, isto hoje ‘tá cheio de gente aqui, não sei porquê, não é normal, ‘mor, humm, humm, é o quê?, ó ‘mor, aqui os clientes ‘tão a dizer a mim que houve aqui um concerto, o que é que foi mesmo?, humm, música de dança, humm, electrónica, ‘mor sabes o que é isso de música de dança, nunca ouviste falar?, pois é ‘mor, eu também não, sei lá o que é isso de música de dança, humm, sim ‘mor, lá lá lá não venhas tarde, sim ‘mor, então não ‘tás a ver que vou para casa, sim, como é que estás vestida?, humm, ‘mor, sim, a vida é difícil, lá lá lá, não venhas tarde, olha merda ‘mor, ‘tava tão ‘tretido aqui a falar contigo que não vi que devia ter virado ali, não faz mal não é?, olha ‘mor eles disseram que não fazia mal, pois é mor, tenho de ir ali à frente, dar à volta, humm, humm, pois é ‘mor, a vida é difícil, lá lá lá não venhas tarde, foda-se ‘tou lixado mor, ‘tou mesmo lixado ‘mor, atão não vês que que é bofia que ‘tá a mandar parar toda a gente, ‘tou memo fodido, isso é que ‘tou, humm humm, é que vou de cana ‘mor, vou mesmo, é limpinho, atão não ta lembras ‘mor que a bófia ficou-me com a carta, ‘mor, é que ‘tou fodido, que ainda por cima o meu patrão nem sabe de nada, que o je aqui não lhe contou, é que vou memo de cana e depois, humm, humm, ‘mor tens de ir lá fazer-me uma visitinha, talvez me safe porque ‘tou com clientes, olha ‘mor não é que os gajos não me mandaram parar, lá lá lá ‘mor, não venhas tarde, hum, hum, pois é, pois é, a vida de um gajo é mesmo dura, pois é, pois é, música de dança, já ouviste falar disso ‘mor, pois é, eu também não…

Por Five Stars

03.35 da manhã
Local: Algures num banco de taxi em Lisboa

Tenho a coluna vertebral que parece a Torre de Pisa, até que é engraçado ver Lisboa de esguelha, mas assim ainda gregoreio o carro ao gajo, ai que merda, que nunca mais chegamos a casa, boa, o animal enganou-se na rua, sempre quero ver o desconto no final, ya tá-se mesmo a ver, assim vou mesmo ao ‘greg, caralho, mas por que raio não consigo mover simplesmente a cabeça e endireitar um pouco as costas, talvez assim sustenha o fluxo gástrico, “não venhas tarde”, olha, atão, o que é isto agora? foda-se, assim, vou mesmo acabar a forrar o Mercedes com as perninhas de frango dos Palmeiras, “amor, música de dança electrónica, já ouviste falar”, humm, o quê, boa miúda, tinhas que lhe dar conversa, mas, afinal, o tipo tá a falar com quem?, foda-se que este ainda tá mais fodido do que eu, ya deve ser uma linha erótica, ya, de certeza que é uma linha erótica, “merda, a bófia, não tenho carta, assim ainda vou de cana!”, o quê, então, queres ver que o gajo ainda me pede para levar o taxi?, pelo menos eu tenho carta, ya vai ser giro, as perninhas de frango feitas papinha de sarrabulho nos sapatos dos bofias, parece que o gajo, afinal, já não vai de cana sozinho, é melhor endireitar-me antes que a bofia mande parar ali o “Pavarotti”, tarde demais, o que é que os gajos estão a fazer ali em cima, atão, onde é que se meteram agora?, ai já passámos pela bofia?, pois aqui de baixo não dá para ver a cena toda, né? “música electrónica?, também nunca ouvi falar”, ah, sim? e conduzir com carta, já ouviste falar?, “pronto são cinco euros e cinquenta”, o quê? atão, o anormal engana-se na rua e é isto? Se não estivesse um pouco indisposto, já ias ver!

03h36m
Local: Algures entre a Estação do Rossio e as Janelas Verdes

Tou fodida, vou ter de metê-lo na na cama, que nem sequer está em estado de tirar os sapatos, e como é que eu subo quatro lances de escada com ele às costas, boa-noite, tenho de ser eu a dizer a morada ao taxista, ele a esta hora lembra-se lá de onde é que mora, o tipo não sabe, é normal, mas falo em janelas verdes e eles sabem logo, mas que estranho, ele está tipo a falar sozinho, a fazer uns sons baixinho como se estivesse a cagar, hum, hum, mas será que ele está a falar connosco, deve estar a fazer uns daqueles comentários estilo taxista que quer meter conversa e atira as frases para o ar a ver quem as apanha, se não para que é que dizia que isto hoje está com muita gente, e como sou fofinha e o senhor ao meu lado está em coma é melhor dizer qualquer coisa para dar bom aspecto, ainda por cima com a possibilidade do Nenuco abrir a boca e pronto, lá tem de ir o Mercedes para a lavandaria e eu é que fico com cara de parva, pois é, isto aqui houve um concerto por isso é que está tanta gente, de quê?, como é que eu explico isto de uma forma muito muito básica a este senhor, não lhe vou falar de Chemical e afins, bem, de música de dança, música de dança? responde ele, também não precisava de ficar assim, se calhar sou eu que estou a ser má e a pensar que o tipo é parvo, esta mania de ser elitista só porque a maior parte das pessoas são atrasadas mentais, sim música de dança electrónica, olha, já fiz merda, afinal não estava a falar comigo, parece que o gajo está a falar ao telefone, mas aquilo é lá forma de alguém falar, humm, humm, sim mor, a vida, lá lá, mas está a falar com quem, meu deus, o gajo é louco, deve estar a ter uma conversa imaginária, se calhar é isso que faz a noite toda, desde que entra até que sai do táxi, com aquela merda do auricular ligada só para enganar, o gajo é esquizofrénico e passa a noite nisto, dia após dia após dia após dia, se não porque é que não desliga e aquilo não faz sentido nenhum, boa, já nos está a enganar, mas onde é que ele vai, porque é que não virou aqui, é sempe a mesma merda, estes tipos são todos iguais, o Nenuco abriu os olhos e faz-me sinal, mas o que é que ele quer que eu faça, o tipo é louco e se calhar tem uma arma e ainda nos mata aos dois, afinal reparou no engano, quer dizer, agora é que lhe dá jeito reparar no engano, o trânsito está todo parado por isso nós vamos para aí pagar o dobro, ora que merda é esta, então o tipo está sem carta, o melhor é saltar daqui já se esta merda aquecer, o Nenuco não pára de olhar para mim, está quase a rebentar a rir e se eu não me aguento o tipo é que nos põe fora do táxi, e lá continua ele com aquela lenga-lenga, então o patrão não sabe, mas como é que esta merda é possível, deixaram-no passar claro, se fossemos nós era certinho que éramos encostados, mas isto é tudo um lobby político é o que é, mais a Emel e a merda do carmona e do costa e agora estamos a andar, ok são cinco euros e cinquenta, ok, fique com o troco.

Suspiro de alívio. Enfim, salva!

By Garcia Trip

Anúncios

3 Respostas to “Chemical Garcia”

  1. Tóne said

    Ainsa são os efeitos secundários??? Como consegues lembrar-te de tudo? Fantástico!!!

  2. nenuco said

    É a memória FOTOGRÁFICA do casal Garcia.

  3. bicho d'ouvido said

    À noite todos os gatos são pardos e todos os taxistas esquizoides. Não é mole fazer o graveyard shift… Desperta o sociopata que há em nós.
    Muito bom!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: