O nó

Terça-feira, 14 Agosto 2007 (14:01)

Que estranho! Sonhei que era um nó de gravata. Um laço tenso e reteso ao pescoço de um vendedor de seguros. Causava-me asco aquela pele besunta e escamada embebida em perfume caro. Devia ser para disfarçar a higiene. Ou a falta dela. Só pensava em sair dali, mas, felizmente, acordei. Uf! Que alívio! Só é pena não poder mexer as pernas aqui entalado entre o motor e o tablier. E esta sede? Tenho uma mão livre, mas não é suficiente para chegar à água. Que raio! Mas, afinal, de onde é que veio aquele TIR?

Anúncios

4 Respostas to “O nó”

  1. sofia gaivota said

    Hummm… se não me desse pro desmaio também gostava de experimentar isso que fumaste! :) lol

  2. Espalha Brasas said

    Pode dar para passar o dia seguinte a correr para o wc!!

  3. sofia gaivota said

    É verdade, não sei explicar pk mas ás vezes até nem corre mal… e em vez de dar pro desmaio dá pra a verborreia! :) ( não confundir com a diarreia) lol

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: