Ziggy plays football

Terça-feira, 8 Abril 2008 (00:21)

Se eu fosse marciano e tivesse acabado de chegar à Terra, acharia estranho o facto de ser sempre a mesma equipa a ganhar o campeonato em Portugal. Bom, se eu fosse realmente marciano, iria olhar para leis que regem esse desporto magno, como um boi para um palácio – o que, desde logo, me faz pensar que o Bruno Paixão e o Olegário Benquerença podem ter origem extra-terrena. Mas, como, em consonância com o que consta no BI e com os testemunhos maternos, sou mesmo deste mundo, acho perfeitamente naturais e lógicos os consecutivos bis, tris e tetras do FCP. Tão naturais e lógicos como ter um primeiro-ministro que precisou de comprar os professores para obter uma licenciatura. Note-se que o problema – para um marciano, obviamente! – não é o facto de ele ter pago para ter um diploma, mas sim de necessitar de o fazer numa universidade privada – e, ainda assim, chegar a primeiro-ministro. Em boa verdade, tenho é pena de não ser marciano…Por que se o fosse, voltava já para lá e criava a minha própria equipa de futebol. E a primeira coisa que faria era levar o Bruno Paixão e o Olegário Benquerença. Depois, quando me reformasse da bola, inventava uma universidade qualquer onde pudesse arranjar uma licenciatura. E, por fim, chegaria a primeiro-ministro.  

 

aprender a dizer que não

Segunda-feira, 24 Março 2008 (15:24)

aprender-a-dizer-q-nao.jpg